As tunas convidadas foram recebidas, como já vem sendo hábito, na sede da Junta de Freguesia de Stº António dos Olivais pelo seu máximo representante, o Sr. Francisco Andrade, parceiro fundamental na organização deste evento.

Também como já é habitual, e dando cumprimento a um dos objetivos do Quadragésimo, as tunas presentes deslocaram-se a três instituições de solidariedade social a fim de animar o

   final da tarde dos utentes e seus familiares.

Depois do sucesso que representou a 1ª edição, a Quarentuna de Coimbra tentou manter o nível da qualidade do Quadragésimo. Com a preocupação de oferecer ao público um espetáculo sempre diferente, tanto pela presença de outras quarentunas como pela mostra de outras realidades musicais, convidámos a Tuna de Veteranos de La Coruña. Entretanto, outra tuna portuguesa de veteranos reiniciou a sua atividade, disponibilizando-se a vir até Coimbra — a Tuna Veterana do Porto. Com os amigos repetentes do ano anterior, a Tuna Veterana da Universidade Portucalense, ficámos cientes que o espetáculo estaria garantido.



​Relativamente ao convidado homenageado deste ano, a escolha recaiu sobre o Dr. Fernando Machado Soares, voz inconfundível que imortalizou o tema da sua autoria Balada de despedida do 6º Ano Médico de 1958. Infelizmente, à última da hora, o nosso convidado não pode estar presente, mas isso não impediu que o tema fosse recordado segundo a nossa interpretação.

Cartaz concebido por Carla Macedo

À noite, a tenda montada no Largo da Igreja de Stº António foi pequena para acolher todos aqueles que quiseram assistir ao espetáculo proporcionado pelas quarentunas. Como sempre, o fado abriu o certame, tendo o grupo Canção de Coimbra sido o convidado para o efeito.

(Clicar nas fotos para ver em formato maior)

Tuna de Veteranos da Corunha

Tuna Veterana do Porto

Tuna de Veteranos da Universidade Portucalense

© 2012 Quarentuna de Coimbra

  • w-facebook
  • w-youtube

Siga-nos em

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now