O meu menino é d'oiro

É d'oiro fino

Não façam caso que é pequenino

O meu menino é d'oiro

D'oiro fagueiro

Hei-de levá-lo no meu veleiro

 

Venham aves do céu

Pousar de mansinho

Por sobre os ombros do meu menino

Venha comigo venham

Que eu não vou só

Levo o menino no meu trenó

 

Quantos sonhos ligeiros

P'ra teu sossego

Menino avaro não tenhas medo

Onde fores no teu sonho

Quero ir contigo

Menino de oiro sou teu amigo

 

Venham altas montanhas

Ventos do mar

Que o meu menino nasceu pr'amar

Venha comigo venham

Que eu não vou só

Levo o menino no meu trenó

© 2012 Quarentuna de Coimbra

  • w-facebook
  • w-youtube

Siga-nos em

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now